Red Bull BC One Red Bull Photofiles

O estilo de Neguin mescla saltos mortais, movimentos rápidos e ritmo constante. A definição é do próprio b-boy e experiência para falar do assunto - e isso inclui até jogar capoeira - não lhe falta.

Neguin conhece como poucos a cultura hip hop e desenvolveu na prática um estilo único. Não é à toa que ele faz parte da elite de b-boys que participará do Red Bull BC One, marcada para novembro em Nova Iorque.

Sua atitude foi moldada no dia a dia da dança e, também, ao participar de competições no mundo todo em países como Coréia (R-16 Sparkling, 2007 e 2008), Estados Unidos (Coosh Crash Test 2008), França (Humanitarian Massy Battle 2009), Holanda (World B-Boy Classic) e também aqui no Brasil (Battle of the Year e O Duelo/ 2008).

Fã do Red Bull BC One faz tempo, ele não vê a hora de ganhar o palco, e as batalhas com os melhores do mundo. A seguir, um pingue-pongue com Neguin.

01) É a sua primeira vez no Red Bull BC One?
Neguin: No Red Bull BC One sim. Já fiz participações especiais em outros eventos da Red Bull como o Red Bull Street Style e o Red Bull Cross Over. Foram experiências incríveis, especialmente por causa do contato com o público.

02) Como surgiu seu nome artístico?
Neguin: Tenho esse apelido, “Neguin”, desde os sete anos de idade. Era como o meu mestre de capoeira me chamava, já que fui uma criança bem pequena. Aí, o apelido ganhou vida própria, inclusive na minha vida profissional.

03) Você vive só da dança?
Neguin: Atualmente sim. Sou professor de breaking que é uma das iniciativas do projeto social “Arte nos Bairros” na cidade onde vivo (Neguin vive em Itajaí/SC). Além disso, participo de workshops relacionados com a dança em todo o Brasil. Tudo o que eu faço tem a ver com a dança, o que não é lá uma forma muito fácil de viver no Brasil. Mas é o que sei e gosto de fazer e pelo que me empenho para alcançar todos os meus objetivos.

04) Antes de viver da dança, trabalhava com outra coisa?
Neguin: Fui instrutor de capoeira e cheguei a trabalhar num escritório de contabilidade e também numa rede de fast food.

05) Você já participou de algum DVD ou filme relacionado às batalhas de b-boys?
Neguin: Sim, no caso, nos DVDs "R16 Korea sparkling,Seoul 2007", "International Battle Of The Year 2008", "R16 korea Sparkling Gyeonggi 2008", “BOTY Brasil 2008" e "World Bboy Classic 2009".

06) No seu histórico, quais batalhas você já ganhou?
Neguin: Em 2006, ganhei três das quais participei. A “InterAmerican Dance Competion” na Argentina, o “Festival Sul-Americano de Danza” no Paraguai e o “Meeting Hip Hop School Festival” aqui no Brasil. Em 2008, fui o primeiro no “Duelo de Titãs” e em 2009 na “Batalha do Vale”, ambas aqui no Brasil.

 


Comentários

    Adicionar um comentário

    * Todos os campos são obrigatórios
    Até 2000 caracteres :
    Escreva a palavra à esquerda e clique em "Publicar comentário":

    Detalhes