PAD-1486.jpg

Você provavelmente não sabe, mas sendo fã de cultura pop, com certeza conhece o Roller Derby -- aquele esporte em que um monte de mulher patina e se tromba, pra não dizer "sai na porrada". Sabe? :D

O Roller Derby surgiu em 1935 com corridas de resistência sobre patins que ficaram populares durante a Grande Depressão. Nesta época, a competição era mista e tinha como objetivo completar 57 mil voltas na pista.

CINQUENTA E SETE MIL. E você achando que é difícil, sei lá, correr uma maratona. :D

Em 1937, notou-se que os momentos mais, digamos assim, dessa tal corrida eram os choques entre os patinadores e desta forma, a competição mudou de uma prova de resistência para um jogo com patinadores de ataque e defesa em que os times jogavam em uma pista inclinada.

Depois dessa época, o esporte se tornou meio "underground", praticamente sumindo -- sendo mantido vivo por algumas pequenas ligas no interior dos EUA -- até o dia em que perceberam que mulheres patinadoras se ~chocando~ talvez fosse mais interessante do que equipes mistas, ou mesmo homens.

Novas ligas femininas começaram a se espalhar pelos EUA, Europa e Oceania e, por mais que ainda seja um esporte relativamente desconhecido, Vários filmes e séries já trataram sobre o esporte -- sendo o mais recente deles Whip It!, dirigido por Drew Barrymore e estrelado por Ellen Page, a eterna Juno. No Brasil o filme recebeu o título de Garota Fantástica (!) e foi lançado direto em DVD, o que é uma pena, já que ele é BEM legal.

"Whip It!" ajudou ainda mais na popularização do esporte no Mundo, especialmente no Brasil -- e assim surgiu o Sugar Loathe Derby Girls, a primeira liga de Roller Derby do Rio de Janeiro, e segunda do Brasil. A primeira foi a Ladies of HellTown que, como você pode perceber pelo nome, é de São Paulo.

No início desse ano passei algumas horas com as meninas do SLDG no Velódromo da Barra, no Rio de Janeiro, onde elas treinam. Foi uma tarde com bastante suor, já que era verão e o velódromo não tem ventilação. Acho que, na época do Pan, quando foi construído, o pessoal achou que os ciclistas e patinadores de velocidade não iriam precisar de vento... Até faz sentido, mas eu sinceramente não consigo conceber como milhares de pessoas podem acompanhar qualquer evento lá dentro.

Mas as meninas são lutadoras. Primeiro porque elas são pioneiras em um esporte que muita gente olha estranho, acham violento, absurdo, aquelas coisas -- no começo elas nem sequer tinham um treinador, era tudo por conta; Segundo porque usar o tanto de equipamento de proteção que elas usam e ainda treinar naquele forno é ato de heroísmo; e são todas garotas divertidonas, sempre dando risada, zoando umas às outras, ou o gordo que tava lá derretendo enquanto conversava com elas. :D

Mas uma boa notícia: enquanto no futebol o América FC não se dá lá muito bem, o clube agora é oficialmente a casa das Sugar Loathe Derby Girls. Será que agora vai? :D

Esse "bom humor", aliás, parece que é um dos pré-requisitos pra praticar o esporte. Elas dizem que não há nenhum tipo de requerimento físico, nem de idade, pra praticar. Mas elas precisam criar "Derby Names" e sempre saem coisas geniais.

Aliás, você já parou pra tentar traduzir o que é "Sugar Loathe"? :D

O som do vídeo tá ruim, mas é legal ouvir os nomes e descobrir os significados. Diz muito sobre cada uma das meninas que, fora dali, são como quaisquer outras, a "girl next door"... Ou não.

É, melhor não. :D

Copa do Mundo
No exato momento em que você lê isso, as meninas do Sugar Loathe Derby Girls, do Ladies of HellTown e Gray City Rebels (outra liga de São Paulo) estão preparando os "try-outs" para a Roller Derby World Cup, que acontece em Dezembro, em Toronto. O "Brasil All-Stars" já tem a equipe técnica definida e nos dias 16 e 17 de Julho definem as atletas. Quem quiser participar, é só mandar um e-mail para teambrasil.tryout@gmail.com.

Eu nunca vi nenhuma competição das meninas do Brasil, mas estou curiosíssimo. E aí você imagina elas ~disputando~ com umas gringas... Fato que é um esporte, que elas adoram, mas a gente... Um perfeito eye candy. ;)

Mas se você não se acha experiente o suficiente, se você nem sequer sabe patinar direito (eu não saberia patinar com esses patins "2 e 2" que elas usam) pode só dar uma aparecida num dos treinos da Sugar Loathe Derby Girls, dar um oi, ver como tudo funciona... E quem sabe daqui a pouco não rola pra você também? Ou mesmo que você só queira ajudar, elas tão precisando de todo mundo. Dá uma olhada lá no site delas. O Judão apoia essa ideia! \o/

Tem fotos, vídeos, informações... :D
http://www.sldg.com.br.


Comentários

    Adicionar um comentário

    * Todos os campos são obrigatórios
    Até 2000 caracteres :
    Escreva a palavra à esquerda e clique em "Publicar comentário":

    Detalhes